Assine

Fábio Sousa

Meu único vicio


(Galera do capeta)


Meu único vicio
(Fábio Sousa)

Eu tento me curar aos poucos
Tentando não largar de uma só vez
Eu tento me manter focado
Em alguma coisa, poesia morta

Se você é pior do que heroína
Se você é mais do que uma simples mulher
Eu tento entender
Mas não consigo ver
O que está na minha frente

E essa coisa de te querer
Cada vez mais
E eu não consigo te largar
Você é o meu único vicio

Eu tento sempre dar
Um passo de cada vez
Eu tento me manter focado
Pra esquecer

Mas você é pior do que heroína
Você me vira do avesso me faz voltar ao começo
Eu tento perceber
Mas não consigo olhar
Nada alem do que seus olhos

E essa coisa de te querer
Cada vez mais
E eu não consigo te largar
Você é o meu único vicio

hipótese


(UEAHeuheAE)

Hipótese

(Fábio Sousa)


Eu juro que eu tentei
Eu tentei te tudo
De todas os jeitos
De todas as Formas
De todas as maneiras
De todas as Formulas

E quando foi que deixamos
De ser tão engraçados
E quando foi que ficamos
Tão antipaticos

E eu me lembro bem
Do jeito que viamos a vida
E eu me lembro bem
Do olhar sobre o mar

Eu juro que tentei
Eu tentei te tudo
Mas nao tem jeito
Não tem remedio
Não tem efeito
Não tem

E quando foi que deixamos
De querer viver
E quando foi que ficamos
Pela primeira vez?

E eu me lembro bem
Caminhar contigo era bom demais
E eu me lembro bem
A minha vida era a mais feliz

Alguém como você!


(sem comentarios ♥)





Alguém como você!
(Fábio Sousa)


Porque é tão difícil
Sentir o que eu sinto por você
Como pode não enxergar
O meu coração está quase na garganta

Porque é tão difícil
Me ver como eu te vejo
Como pode não saber
Eu to aqui esperando só você

Alguém que caminhasse comigo
E acalmasse meu coração
Alguém pra me fazer sentir
O que eu já não entendo mais

Por que é tão difícil
Ta tudo tão acabado aqui dentro
Como pode não ouvir
Meu coração gritar

Por que é tão difícil
Achar um caminho mais fácil
Ter alguém pra conversar
Que me ajude a entender
O que nem eu compreendo

Alguém que caminhasse comigo
E acalmasse meu coração
Alguém pra me fazer sentir
O que eu já não entendo mais

Te amo tanto que nem sei!!!


(Thiago, Eu e Igor)




Te amo tanto que nem sei
(Fábio Sousa)


Eu posso te ver
Todas as manhas
E eu sei
Que sempre vou te amar

Eu posso tocar
O seu rosto
E eu sei
Que sempre vou querer te abraçar

E posso olhar
Teus olhos
E eu sei
Que sempre vou te querer

E é algo que cresce
Sem explicação
Te amo tanto
Que nem sei

Eu posso encontrar
Mil defeitos
E eu sei
São os mais perfeitos

Eu posso me perder
No meio dessa vida
Mas não posso
Viver sem você

Eu posso acordar
Todas as manhãs
E eu sei
Que você é o motivo
Que me faz Levantar.

E é algo que cresce
Sem explicação
Te amo tanto
Que nem sei

Tão perto e tão distante



Tãó perto e tão distante
(Fábio Sousa)

O teu sorriso ainda me mostra
O que ah de melhor aqui dentro
O teu sorriso ainda me leva
Alem...

Tua boca ainda me mostra
O caminho da loucura
Tua boca ainda me faz
Querer te amar

E que não é fácil dizer Adeus
E que não é fácil dizer Adeus
Pra quem ama

O teu olhar aindam e mostra
Caminhos que eu desconheço
O teu olhar ainda me faz
Ficar de joelhos diante de você

E não é fácil
Te olhar tão de perto
Tendo você tão distante
Querendo você aqui

Ainda vejo seus olhos nas estrelas

E que não é fácil dizer Adeus
E que não é fácil dizer Adeus
Pra quem ama

Tão perto e tão distante
Foi o nosso amor!

Pra lá do monte


( :D)

Pra lá do monte
(Fábio Sousa)

Só depois, que você vai entender
As coisas que eu digo
A minha voz
Só depois, que você vai entender
Quando eu parar
E me calar

E atrás do horizonte eu vou achar
O sonho mais bonito
Um sonho perdido

E atrás do monte onde as nuvens se escondem
Ninguém mais vai calar
Meu coração

Só depois, que você vai entender
Que o bem nem sempre vence o mal
Só depois, que você vai entender
As lagrimas que caíram
As lagrimas

E atrás do horizonte eu vou achar
Um motivo pra viver
Um motivo pra sonhar

E atrás do monte onde as nuvens se escondem
Ninguém mais vai calar
Meu coração

Espere Amanhecer


( Não...)




Olhamos o mal, mas fechamos os olhos.
Escutamos o mal, mas tapamos nossos ouvidos.
Falamos do bem, mas nos calamos diante do mal...


O mundo é um lugar perigoso de se viver, não por causa daqueles que fazem o mal, mas sim por causa daqueles que observam e deixam o mal acontecer.” Albert Einstein.

Por causa daqueles que fecham os olhos que tapam os ouvidos e se calam.






Espere amanhecer
(Fábio Sousa)


E essas coisas que acontecem por ai
E ainda tem coragem pra dizer
Que tudo vai ficar bem
Espere amahece

Esses crimes absurdos são normais
É um sonho espancado esquartejado pelos pais

E o mal já tomou conta do mundo
E o mal já tomou conta do mundo

E essas coisas que acontecem por ai
Mas ainda estou correndo estou aqui
E eu sei que as coisas podem mudar
Afinal pra que sonhar?

Se hoje eu na posso nem sair na rua
Se hoje a verdade é nua e crua
Mas ninguém quer ver
Mas ninguém quer ver

E o mal já tomou conta do mundo
E o mal já tomou conta do mundo